O MOTOR DA ECONOMIA É O EMPRESÁRIO NÃO O FUNCIONÁRIO