Categoria: Esportes

ASSISTENCIA SOCIAL – E OS EMPREGOS


Amigos e amigas de Floripa A Assistência social é uma obrigatoriedade constitucional cujas políticas são destinadas às   família pobres, maternidade, infância, adolescência, velhice, o amparo às crianças e aos adolescentes carentes, promoção da integração ao mercado de trabalho, bem como a habilitação e reabilitação das pessoas portadoras de deficiência e a promoção de sua integração

CIDADE MAIS JUSTA, HUMANA, FRATERNA


Amigos e amigas de Floripa Todos querem uma cidade mais justa, fraterna, humana, que valorize nosso patrimônio ambiental, histórico e cultural, mas também que garanta mais emprego, mais renda, mais impostos, estes tão necessários à oferta de bens públicos. Até 2030 a cidade vai dobrar de tamanho, dos 469.900 habitantes (2016) atuais passaremos para 800

APOSTAS EQUIVOCADAS DE CESAR JR.


Amigos e amigas de Floripa Cesar Souza Jr. foi para o segundo turno com 75.024 votos, 28,69%, no segundo turno fez 117.834 votos, 52,64% do total. Não era o candidato preferencial da cidade. Eleito assumiu ares de imperador populista, sua primeira ação foi visitar a COMCAP às 6,30h do dia 2 de janeiro de 2013,  gesto

FLORIPA E AS CARÊNCIAS SOCIAIS


Amigos e Amigas de Floripa Nos próximos 20 anos a cidade precisa criar mais de 200 mil empregos, 10 mil por ano, é um desafio e tanto. De ressaltar que sem empregos caminhamos para o abismo social, quem compra a habitação, o pão, o transporte, o lazer é o emprego. Cesta básica é um paliativo,

Arena Furacão do desenvolvimento


Na noite da última terça-feira (6/3/2012), o Figueirense Futebol Clube e os seus torcedores vivenciaram um momento mágico. Após anos de estudos, finalmente, foi apresentada a nova Arena esportiva do clube do Estreito. Um investimento de R$ 300 milhões para a construção  do Estadio  que vai comportar outros espaços comerciais

VIVA OS ESPORTES


Todos concordam que os esportes são caminhos seguros para uma juventude sadia. Uns gostam de futebol outros de voleibol, corridas e assim por diante. Chega a ser comovente ver os gestores dos esportes em nossa cidade serem “pedintes” de apoios financeiros fora do poder público porque este não lhes dá a devida atenção.