ELEIÇÕES 2018 “EU NÃO SOU MAIS O LULA SOU UMA IDEIA”

ELEIÇÕES 2018 “EU NÃO SOU MAIS O LULA SOU UMA IDEIA”

Amigos e amigas de Floripa

Lula fez neste 7/4/2018, um discurso apaixonado e desbragadamente, socialista. Àqueles que ainda nutriam dúvidas de que o PT&Cia. eram socialdemocratas, devem botar as barbas de molho Lula pregou a revolução socialista.

Os petistas se reconhecem sob o equivocado conceito de “esquerda” conceito mitigador  de socialismo. Sabem que falar em socialismo a população vai lembrar das terríveis ações revolucionárias que assassinaram milhões de pessoas na Russia, na China, no Camboja, em Cuba e até na Venezuela. Sabem que socialismo lembra ditadura.

Não por outra razão Lula como um bom stalinista foi contra a imprensa, MP, Justiça, argumentou que há um complô para destruir o socialismo, os movimentos sociais, os sindicatos e, atingi-lo.

Chegou ao delírio de enaltecer as invasões em áreas rurais e urbanas. “Invadam que amanhã as terras serão de vocês”. Por defender teses tão radicais os verdadeiros democratas do Brasil devem ficar atentos. Está em marcha a revolução socialista. Os políticos liberais pelo menos os mais esclarecidos devem cerrar fileiras contra os malefícios marxistas, mas não só contra o PT, contra os outros 11 partidos que abraçaram a causa socialista. (REDE, PPS, PSOL, PDT, PCO, PSTU, PCdoB, PSB, PCB,PMN, PPL)

Vale ressaltar que o socialismo tem como foco a destruição da economia de livre mercado, da propriedade privada, dos direitos individuais e coletivos, do direito à vida. Se dizem todos democráticos mas são lobos transvestidos de ovelha. Só em momentos dramáticos como a prisão do seu maior líder afloram os verdadeiros objetivos das “camisetas vermelhas”. Suas bandeiras não são verde amarelas.

Em outubro teremos eleições e você caro leitor deverá ficar atento às coligações “cobra d’água com jacaré”. São 23 partidos liberais e 12 socialistas cujas alianças são inconciliáveis na pratica. Na verdade operam mais como uma trama, um conluio, contra os interesses da população. São teorias diferentes, postulados que não convergem. Aqui em SC começam a aflorar os primeiros “desencontros” e neste caso dá para avaliar que ambos são desonestos, não merecem o voto do eleitor.

O Brasil não dá certo desde 1930 justamente porque entrou em cena o socialismo. Fomos contaminados pela equivocada doutrina. Hoje o Brasil é socialista e para melhorá-lo temos que adotar as teses liberais, libertar o País das centenas de empresas públicas berçário de cabides de emprego e larga corrupção. Libertar o Brasil de um Estado mastodôntico, consumidor dos impostos em atividades meios e não em investimentos, um Estado que o socialismo dos últimos 15 anos o destruiu e deixou como legado 13 milhões de desempregados.

Lula, ao contrário do que imagina, não é uma ideia é um pesadelo para o Brasil.


Dilvo Tirloni

Sou Administrador concluí meus estudos de ensino fundamental na cidade de Nova Trento. Os estudos de ensino Médio foram concluídos na cidade de Brusque, no Colégio São Luiz e Consul Carlos Renaux. Sou bacharel em  História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Simultaneamente, cursei Administração na Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG). Nesta escola fui contemplado com medalha pelos méritos acadêmicos vindo, então, a ser convidado para cursar o Pós Graduação, nível de mestrado, na Fundação Getulio Vargas, em São Paulo. Concluído o curso de pós-graduação ingressei como professor titular na UDESC/ESAG atuando na área de Administração Financeira e Mercado de Capitais.

Profissional

Professor primário, secundário e universitário. Técnico em Desenvolvimento Econômico do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), especialista em projetos de financiamentos e investimentos, executivo fundador do antigo CEAG/SC, hoje, SEBRAE, Consultor de atividades  empresariais. Presidente da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis – ACIF entre 13/05/2005 a 13/05/2009 (4 anos com reeleição) e presidente do Conselheiro do Conselho Superior 2009/2011. Conselheiro do Sapiens Park, Conselheiro do Conselho Municipal do Meio Ambiente, Conselheiro do Conselho Municipal do Saneamento Básico.

Pensamento Político

A história nos ensinou que o melhor caminho para as sociedades é o Liberalismo (Locke) representado por um  conjunto de princípios  baseados na defesa da propriedade privada, liberdade econômica (mercado livre),  liberdade política (vários partidos), liberdade religiosa, mínima participação do Estado na economia mas forte na aplicação da lei, igualdade dos cidadãos perante a lei, livre manifestação do pensamento e expressão.

Publicações

Inúmeros artigos publicados nos jornais de Florianópolis. Coordenou e escreveu os seguintes livros: Prefeitura Municipal de Florianópolis 2004; Novo Modelo Institucional Água e Saneamento, 2006, SC2010, projeto sobre Governo Estadual, 2007; Reforma Tributária Nacional 2008; PMF2012 Reforma Administrativa da Prefeitura Municipal de Florianópolis. Bacias Hidrográficas de Florianópolis, 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *