ELEIÇÕES 2018 CANDIDATOS SOCIALISTAS

ELEIÇÕES 2018 CANDIDATOS SOCIALISTAS

Amigos e amigas de Floripa

PARTIDOS SOCIALISTAS (REDE PT, PPS, PSOL, PDT, PCO, PSTU, PCdoB, PSB, PCB, PMN, PPL)

O Brasil conta com 35 partidos registrados dos quais 12, são socialistas e 23 são liberais.

Socialistas são partidos que defendem o socialismo, doutrina de origem marxista que deseja que o Estado seja o senhor de tudo, da sua vida, da sua propriedade, da sua liberdade. A doutrina já foi implantada em pelo menos 60 países, nunca deu certo em lugar nenhum. Os últimos remanescentes desta tosca teoria são Cuba, Coreia, China, Vietnã entre outros. A Venezuela é o mais novo candidato a abraçar o socialismo que lá eles chamam de “bolivarianismo” ou “Chavismo” uma homenagem ao fundador destas iniquidades. Todos os países que deram certo, o mundo desenvolvido, professam os postulados liberais que tem seus fundamentos no direito à vida, defesa dos direitos individuais e coletivos, na livre inciativa, na propriedade privada.

O Brasil experimentou durante o Governo Petista Lula/Dilma um pouco do que é ser socialista. Fomos para o brejo estágio anterior ao abismo. Felizmente, por caminhos tortos, o País conseguiu se desfazer do enredamento que estava metido, assumindo novamente, de forma ainda precária, os ventos sadios dos fundamentos liberais.

Faltam pouco mais de 6 meses para as próximas eleições – presidente, senadores, deputados federais, estaduais e governadores.

A primeira decisão seletiva do eleitor é examinar a sua ideologia partidária, que partido pertence, que princípios defende, socialistas ou liberais? Depois sim, a sua biografia ética, acadêmica, conhecimentos políticos.

Não acredito em coligação hibrida em que o candidato ou seu vice pertençam a  ideologias diferentes. É meio caminho andado para no futuro termos problemas. O ideal é que tenhamos coligações “puro sangue” com pedigree liberal, de preferência. O liberalismo deu certo em todos os lugares aqui, as corporações usam os partidos socialistas para cada vez mais se fortalecerem e se apropriarem dos recursos orçamentários. Acreditam que um estado “balofo” expropriador da riqueza privada vai dar certo. Não dará.

No plano federal os socialistas já preencheram o cabeça de chave com os seguintes candidatos: REDE (Marina), PT (Lula ou Haddad), PPS (Cristovam Buarque), PSOL(Boulos), PDT (Ciro), PCO (Costa Pimenta), PSTU (Zé Maria), PCdoB (Manoela Ávila), PSB (Joaquim Barbosa), PCB(Iasi), PMN (Valeria Monteiro), PPL (Vicente Goulart). Agora estão a caça de um empresário otário que dê a eles uma espécie de “alvará liberal”. Mas nada disso é sincero. Lula enganou o José de Alencar que foi mera figura decorativa enquanto ele comandava o fórum de São Paulo.

Faltou pouco para o abismo, que tenhamos inteligência em 2018.

 

 

 

 

 

 


Dilvo Tirloni

Sou Administrador concluí meus estudos de ensino fundamental na cidade de Nova Trento. Os estudos de ensino Médio foram concluídos na cidade de Brusque, no Colégio São Luiz e Consul Carlos Renaux. Sou bacharel em  História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Simultaneamente, cursei Administração na Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG). Nesta escola fui contemplado com medalha pelos méritos acadêmicos vindo, então, a ser convidado para cursar o Pós Graduação, nível de mestrado, na Fundação Getulio Vargas, em São Paulo. Concluído o curso de pós-graduação ingressei como professor titular na UDESC/ESAG atuando na área de Administração Financeira e Mercado de Capitais.

Profissional

Professor primário, secundário e universitário. Técnico em Desenvolvimento Econômico do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), especialista em projetos de financiamentos e investimentos, executivo fundador do antigo CEAG/SC, hoje, SEBRAE, Consultor de atividades  empresariais. Presidente da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis – ACIF entre 13/05/2005 a 13/05/2009 (4 anos com reeleição) e presidente do Conselheiro do Conselho Superior 2009/2011. Conselheiro do Sapiens Park, Conselheiro do Conselho Municipal do Meio Ambiente, Conselheiro do Conselho Municipal do Saneamento Básico.

Pensamento Político

A história nos ensinou que o melhor caminho para as sociedades é o Liberalismo (Locke) representado por um  conjunto de princípios  baseados na defesa da propriedade privada, liberdade econômica (mercado livre),  liberdade política (vários partidos), liberdade religiosa, mínima participação do Estado na economia mas forte na aplicação da lei, igualdade dos cidadãos perante a lei, livre manifestação do pensamento e expressão.

Publicações

Inúmeros artigos publicados nos jornais de Florianópolis. Coordenou e escreveu os seguintes livros: Prefeitura Municipal de Florianópolis 2004; Novo Modelo Institucional Água e Saneamento, 2006, SC2010, projeto sobre Governo Estadual, 2007; Reforma Tributária Nacional 2008; PMF2012 Reforma Administrativa da Prefeitura Municipal de Florianópolis. Bacias Hidrográficas de Florianópolis, 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *