COMCAP AFRONTANDO AS LEIS DA FISICA

COMCAP AFRONTANDO AS LEIS DA FISICA

Amigos e amigas de Floripa

Todos lembram das aulas de física quando o professor  informava que dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço ao mesmo tempo.

Parafraseando a ciência diria que é impossível que a condição de AUTARQUIA vá resolver as graves questões financeiras da COMCAP.

Segundo as informações divulgadas pelo ND de 15 de julho a COMCAP gasta por ano 163 milhões, 137 para o lixo e 25,3 milhões para a PROACTIVA (transporte até Tijuquinha). Aqui aparece a primeira contradição. Segundo o que foi aprovado na Câmara de Vereadores o valor é de R$256.440.434,00 dos quais R$32.616.500,00, é do Fundo Municipal de Saneamento.  Desta forma e mantendo os mesmos percentuais  pode-se afirmar que 84% , 215 milhões são da COMCAP e 41 milhões são da Proactiva.  São números mais próximos da realidade.

A Empresa não divulgou, todavia, o seu faturamento. E aqui que se aplica a lei da física. Estima-se que há em Floripa 150 mil imóveis sujeitos à Taxa de Lixo cuja Receita alcança no máximo 60 milhões. Como encaixar 60 milhões em 256? Impossível. Portanto independe ser autarquia ou economia mista, o problema vai continuar.

Diria vai piorar. É que segundo se adianta, com a Certidão Negativa do INSS na mão a Empresa vai poder contratar financiamentos de novos equipamentos. Não obstante trazer ganhos de produtividade há no decorrer do tempo custos de depreciação da ordem de 20% a.a., além de recursos necessários para amortização. Não tenho dúvidas que as dificuldades do Fluxo de Caixa serão comprometedoras.

O que foi feito foi adiar o martírio financeiro mas não foi solução. Esta só fará sentido com o fechamento da empresa, mediante um programa de atendimento aos funcionários, e licitação dos serviços.


Dilvo Tirloni

Sou Administrador concluí meus estudos de ensino fundamental na cidade de Nova Trento. Os estudos de ensino Médio foram concluídos na cidade de Brusque, no Colégio São Luiz e Consul Carlos Renaux. Sou bacharel em  História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Simultaneamente, cursei Administração na Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG). Nesta escola fui contemplado com medalha pelos méritos acadêmicos vindo, então, a ser convidado para cursar o Pós Graduação, nível de mestrado, na Fundação Getulio Vargas, em São Paulo. Concluído o curso de pós-graduação ingressei como professor titular na UDESC/ESAG atuando na área de Administração Financeira e Mercado de Capitais.

Profissional

Professor primário, secundário e universitário. Técnico em Desenvolvimento Econômico do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), especialista em projetos de financiamentos e investimentos, executivo fundador do antigo CEAG/SC, hoje, SEBRAE, Consultor de atividades  empresariais. Presidente da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis – ACIF entre 13/05/2005 a 13/05/2009 (4 anos com reeleição) e presidente do Conselheiro do Conselho Superior 2009/2011. Conselheiro do Sapiens Park, Conselheiro do Conselho Municipal do Meio Ambiente, Conselheiro do Conselho Municipal do Saneamento Básico.

Pensamento Político

A história nos ensinou que o melhor caminho para as sociedades é o Liberalismo (Locke) representado por um  conjunto de princípios  baseados na defesa da propriedade privada, liberdade econômica (mercado livre),  liberdade política (vários partidos), liberdade religiosa, mínima participação do Estado na economia mas forte na aplicação da lei, igualdade dos cidadãos perante a lei, livre manifestação do pensamento e expressão.

Publicações

Inúmeros artigos publicados nos jornais de Florianópolis. Coordenou e escreveu os seguintes livros: Prefeitura Municipal de Florianópolis 2004; Novo Modelo Institucional Água e Saneamento, 2006, SC2010, projeto sobre Governo Estadual, 2007; Reforma Tributária Nacional 2008; PMF2012 Reforma Administrativa da Prefeitura Municipal de Florianópolis. Bacias Hidrográficas de Florianópolis, 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *