Categoria: Plano Diretor

PDF “A CIDADE É NOSSA… O ATRASO E A CORRUPÇÃO TAMBÉM”


Amigos e amigas de Floripa Lembro-me quando o PDF (Plano Diretor Frankstein) foi lançado em 2006, com muita pompa, muita divulgação e pouco, muito pouco conhecimento quer do IPUF que comandava as operações como, igualmente, do Grupo Gestor, um amontoado de representantes da sociedade civil, maioria ignorantes sobre suas funções que iriam desempenhar. Deveriam ter

FLORIPAQUEEUQUERO – MACAU DOS TROPICOS


Amigos e amigas de Floripa, Os idealizadores do novo Plano Diretor desde 2006 quando foi lançado, iniciaram os protocolos com poucas perguntas, muito amadorismo, sobretudo, muito exibicionismo por parte de alguns “líderes socialistas comunitários” que naqueles tempos, em razão do bom comportamento da economia SOB GESTÃO PETISTA, parecia que suas teses eram soberanas, indiscutíveis, incontestáveis.

PLANO DIRETOR DA CIDADE – CONCEITOS


Amigos e amigas de Floripa Quando se edifica uma tese de mestrado (ou de doutorado) os orientadores exigem do mestrando que utilize os conceitos corretos para que todos tenham entendimento do que ele esta a dizer. Não deveria ser diferente na formulação das leis, especialmente, a que se refere ao Plano Diretor a principal legislação

PLANO DIRETOR,  MEIO AMBIENTE E CÓDIGO FLORESTAL


Amigos e Amigas de Floripa Criei um decálogo sobre as 10 mais importantes ações a serem adotadas num Plano Diretor. O primeiro mandamento é este “Adotarás e amarás o Meio Ambiente, protegendo suas Unidades de Conservação, os mangues, suas fortalezas, APPS, rios lagos e lagoas, dunas e as 20 bacias hidrográficas do município. Isto resolve

MOVIMENTO FLORIPA SUSTENTÁVEL – APPS E PLANO DIRETOR


Amigos e Amigas de Floripa A LEI 482/2014 além de ser hostil aos investimentos rejeitando, portanto, os empregos, a renda e os impostos contêm outras imperfeições que as cabeças baldias inseriram nas suas cláusulas. Não se fizeram de rogados, foram nominando uma série de “não pode” em vez de se alinhar e citar Código Florestal

MOVIMENTO FLORIPA SUSTENTÁVEL – ASSEMBLEISMO


Amigos e amigas de Floripa As reuniões junto das comunidades são importantes, dar conhecimento dos projetos, praticar a “democracia distrital”, fazer os ajustes, a sintonia fina, é coisa que até os gregos faziam nas antigas ágoras. Eles se reuniam em praça pública, o gestor da “cidade” juntamente com os anciões e os sábios das comunidades

MOVIMENTO FLORIPA SUSTENTAVEL – PRAÇAS, PARQUES E JARDINS


Amigos e amigas de Floripa Floripa conta com 4 Reservas sob cuidados federais (APA Baleia Franca, Apa Anhatomirim, Estação Ecológica de Carijós e Reserva Biológica Marinha do Arvoredo); 2 sob cuidados estaduais (Parque Estadual Serra do Tabuleiro e Parque Estadual do Rio Vermelho); 8 municipais (Parque Municipal Lagoinha do Leste, Praia da Galheta, Manguezal do

MOVIMENTO FLORIPA SUSTENTÁVEL – SANEAMENTO BÁSICO


Amigos e amigas de Floripa O primeiro Sistema de Abastecimento de Floripa foi inaugurado em maio de 1910 no governo de Gustavo Richard operado sob concessão pela Company the State of Santa Catarina Brazil Ltd. Um ano depois, em novembro de 1911 foi realizado o contrato para execução da primeira rede de esgotos. Na década

MOVIMENTO FLORIPA SUSTENTÁVEL – HABITAÇÕES


Amigos e amigas de Floripa A questão das habitações no Brasil é uma tragédia. As favelas são o espelho desta incúria administrativa. Não era para ser assim, mas fruto da desatenção das autoridades (nos três níveis) em construir políticas de ocupação racionais começaram ocorrer as mais diferentes ocupações. Alegam que em menos de 50 anos o