Categoria: Plano Diretor

CATASTROFE ANUNCIADA PD


Amigos e amigas de Floripa Desde 2006, ano do seu lançamento, participei de muitas reuniões do Plano Diretor. Nunca foram apresentados os números em que se daria o futuro da cidade. Depois de pronta a “minuta” alguém mencionou que a cidade fora concebida para 750 mil habitantes cujas estatísticas inexistem,  e mesmo este número está

PD ARGUMENTOS ARDILOSOS EM DISCURSOS FALSOS


Amigos e amigas de Floripa Quais argumentos são levantados para impedir o crescimento econômico do município nestes tempos de Plano Diretor? Dois despontam nos primeiros lugares – o saneamento básico e a mobilidade urbana. No saneamento básico composto por  4 segmentos, água, esgoto, lixo e drenagens, o campeão é o esgotamento sanitário. Nossas praias, rios

PD BRAVATAS DISTRITAIS


Amigos e amigas de Floripa A bazófia sempre esteve presente nas reuniões distritais do Plano Diretor. Ora eram intimidadoras ameaças a quem ousasse discordar dos interesses “do povo” “aqui quem manda somos nós, meus pais, avós e bisavós”, “você mora aqui no Distrito?” ora com entrega da própria vida “é preciso que passem a motoniveladora

PLANO DIRETOR É PRECISO COMBINAR COM OS “RUSSOS”


Amigos e amigas de Floripa Leio nos jornais que mais uma vez,  audiência na Justiça Federal não chegou a um acordo entre a Prefeitura, Grupo Gestor, IPUF e MP. Guardo convicção que há equívocos por todos os lados, sobretudo de fundo ideológico. Há na Câmara de Vereadores, 7 vereadores de tendências socialistas, se dizem monopolistas

PD ONDE ALOCAR 100 MIL NOVAS MORADIAS


Amigos e amigas de Floripa   Parte de Membros do Grupo Gestor (GG) e que representa em tese a sociedade civil mais uma vez questionou alterações efetuadas pela Prefeitura junto do MPF. São os mesmos que não querem o desenvolvimento econômico e social da cidade, desejam a volta do engenho de farinha, os cafezais da

MINHA CIDADE MINHA VIDA


Amigos e amigas de Floripa Cidade criativa ou cidade inteligente são conceitos que levam a uma reflexão de nosso “velho” e ainda não aprovado Plano Diretor. Lá encontramos de tudo, menos conceitos que respeitem o conceito de cidade inteligente, com vistas, igualmente, a recepcionar os empregos, renda e impostos. Em Palhoça, o projeto Pedra Branca inseriu

AREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE E A LEI DO PD


Amigos e amigas de Floripa Guardo convicção que a atual lei municipal 482/2014/Plano Diretor  é um monstrengo com 522 artigos, já disse, muitos inúteis outros desnecessários. Bastariam 150 artigos não mais do que isso. As grandes restrições de ocupação estão afetas às APPs mas estas estão super protegidas. O PD mantém alinhamento com o Código

PLANO DIRETOR E A CARTA DE ATENAS


Amigos e amigas de Floripa Em 1933, em Atenas, um evento sobre “cidades” reuniu arquitetos do mundo todo entre eles Le Corbusier cujas ideias dominaram os acontecimentos. Le Corbusier apresentou a “cidade funcional” rapidamente abraçada pelos urbanistas mundo afora. A teoria do mestre frances considerava a cidade como um organismo dinâmico  porém segregado em áreas

OBSCURANTISMO PLANEJADO PD


Amigos e Amigas de Floripa, A história é farta em demonstrar o estado de ignorância, basta buscar os quase 1000 anos da Idade Média. Mas esta é uma maldição que não acaba. Nos dias atuais ela esta presente em vários momentos de nossa vida quotidiana, notadamente, quando avançamos no entendimento de como funcionam nossas instituições.

TURISMO – CAPITAL CONDENADA AO SUBDESENVOLVIMENTO


Amigos e amigas de Floripa O Plano Diretor (PD) para muitos é um frankenstein jurídico, feito sob inspiração “populista”, hostil aos investidores, desfocado da realidade social e econômica, sem  preocupações com a renda, emprego e impostos. Na fábula, o camelo é o cavalo criado por “comissões”, por “reuniões comunitárias”. Quando Deus criou os animais encaminhou