OPERAÇÕES CONSORCIADAS E A TRAGÉDIA HABITACIONAL