Mês: outubro 2017

MOVIMENTO FLORIPA SUSTENTÁVEL – AGENDA


Amigos e amigas de Floripa É sempre embaraçoso para líderes de movimentos encontrarem o caminho pedagógico dos conteúdos que defendem notadamente para uma cidade de 500 mil habitantes. O leitor poderá imaginar a quantidade de assuntos existentes e que merecem reflexão. Como nos Governos, o Movimento não pode abarcar tudo, terá que fazer escolhas, prioridades.

COMCAP ESTANCAR OS PREJUÍZOS


Amigos e amigas de Floripa Há pouco tempo a COMCAP publicou o seu relatório sobre 2016. Nas finanças foi um furação devastador, todos os valores são superlativos,  produziu um prejuízo de 60 milhões (prejuízo é igual a Receitas menos as Despesas) que somados aos anteriores acumulam a inacreditável soma de 280 milhões. Deve ao Fundo

FLORIPA SUSTENTÁVEL PENSAR FLORIPA DE UM JEITO NOVO


Amigas e Amigos de Floripa As forças liberais da cidade cansaram de ser submetidas à escravidão de segmentos que se acham donos dos espaços geográficos do município. Via de regra estas forças querem impor o seu ponto de vista de cidade, inviabilizam os investimentos, são hostis aos empreendedores, pensam deter o monopólio do entendimento ambiental,

FORO DE SP


Amigos e amigas de Floripa (O Foro de São Paulo reúne partidos políticos socialistas latino americanos desde 1990 com vistas a encontrar alternativas ao “neo-liberalismo” e promover o integração dos países. Foi um evento muito prestigiado precisamente pela ascensão do socialismo em vários países importantes como Argentina, Venezuela, Bolivia, Equador. Hoje com as ruínas criadas

ARTE DO CONVENCIMENTO LIBERALISMO X SOCIALISMO


Amigos e amigas de Floripa Há no seio da sociedade razoável grau de desconhecimento à cerca das doutrinas políticas que embasam os destinos dos países. É comum se ouvir falar em esquerda, direita e centro cujos conceitos são inapropriados. O que seria esquerda? E direita? Pior ainda, centro? Ou então extrema esquerda? Extrema direita? Por

PROJETO BRASIL – CARTA AOS MOVIMENTOS POLITICOS


Prezados Líderes Gabeira o nosso “Gilberto Freire” do século XXI, aos moldes dos velhos tempos câmara fotográfica a tiracolo e feito um Glauber Rocha moderno, boas ideias na cabeça e uma boa filmadora,  tem feito relatos fantásticos sobre o nosso País. Retrata desde  “O homem dos beija-flores” Augusto Ruschi à tragédia de Mariana e como