Mês: janeiro 2014

GAFANHOTOS DO RECURSOS PÚBLICOS


No mundo animal os gafanhotos são insetos devoradores da natureza e justamente, inimigo das formigas, trabalhadoras e organizadas. Quando se juntam em bandos destroem fazendas inteiras em poucas horas.

CARTA SENHOR GOVERNADOR REGIÃO METROPOLITANA X SECRETARIA REGIONAL


Senhor Governador Tenho por Vossa Excelência enorme apreço e admiração. Por vezes tenho criticado suas decisões mas via de regra seu comportamento administrativo à frente do Governo do Estado tem sido exemplar. Quanto às suas opções políticas não concordo especialmente, lembrando que todo o grupo político ao qual pertence se comportaram como “trânsfugas partidários”  aderindo

Ciclovias o perigoso transporte alternativo


As ciclovias se espalham pelas cidades de nosso País mas, na mesma velocidade, aumentam os relatos de acidentes fatais. Nossos gestores públicos ainda não encontraram o projeto seguro para o uso intensivo das bikes. As falhas são grosseiras, perigosas, colocam em risco a vida do ciclista. Há pouca sinalização, arvores no meio do caminho, postes,

MOBILIDADE URBANA – SÓ FALTA DETERMINAÇÃO POLÍTICA


Tenho reafirmado em vários fóruns que Floripa e Região foram beneficiadas  pela natureza, podem resolver o transporte de massa de forma eficiente, posto contar com avenidas marítimas por todos os lados. O Governo do Estado anuncia uma pesquisa de origem/destino para conhecer as demandas. SMJ, foram realizadas dezenas delas nos últimos anos. Sabe-se de cor

PREFEITURA FLORIPA RALOS DO DINHEIRO PÚBLICO


Florianópolis vive um momento (23/1/2014) difícil de sua vida pública. Os serviços públicos notadamente, água, esgoto, energia, trânsito, entre outros, estão todos comprometidos pela imprevidência administrativa dos gestores cujas desculpas sempre recaem na falta de recursos.

FISIOLOGISMO POLÍTICO E A GELEIA GERAL PARTIDÁRIA


A procura por vantagens pessoais ou favorecimentos privados no desempenho de cargos políticos ou públicos, em prejuízo do interesse coletivo, tem provocado enormes estragos na política nacional, no Estado e no nosso município. Não há mais oposição. Vencedores e vencidos ao final do pleito se juntam para dar ao vencedor “governabilidade” deixando os eleitores perplexos.

PORQUE CESAR SOUZA NÃO PRECISA DO AUMENTO DO IPTU


O Orçamento Fiscal e da Seguridade Social 2014 é de – R$ 2.387.557.708,00, composto de uma parte de recursos próprios (1.201.989.936,00) outra, de recursos vinculados, (1.185.567.772,00) cuja origem é o Governo Estadual, o Governo Federal e leis especificas. Neste artigo desejo abordar o lado da Receita e provar que o Prefeito e Câmara de Vereadores

GESTÃO PRIVADA X GESTÃO PUBLICA


Há enormes preconceitos contra a iniciativa privada em gerir serviços públicos. Energia elétrica, água, esgoto, lixo, hospitais, entre outros sob gestão de empresas privadas operam melhor e com maior eficiência. O Estado sempre foi um péssimo empregador e um perdulário dos gastos públicos. Max Weber escreveu que uma organização pública começa pequena e se transforma