Mês: julho 2013

Orçamento Participativo (OP)


“Ninguém pretende que a democracia seja perfeita ou sem defeito. Tem-se dito que a democracia é a pior forma de governo, salvo todas as demais formas que têm sido experimentadas de tempos em tempos”  Winston Churchill A democracia é uma forma de governo do povo e para o povo, para governar um Município, Estado ou

‘VAI PIORAR’


Publicado no Globo em 11/06/2013 (quinta-feira) CARLOS ALBERTO SARDENBERG Deu na coluna de ontem do Ilimar Franco (Panorama Político): prefeitos relataram que estão com dificuldade de contratar empresas de ônibus; as concessionárias não têm se habilitado às licitações. Alegam que vão perder dinheiro, pois se tornou inviável aumentar o preço das tarifas.

VOZES BARULHETAS DAS RUAS – CONSELHO DA CIDADE


Não há vento favorável para quem não sabe navegar. Olhando como profissional de gestão pública vejo a imensa distância que separa o “Brasil Administrativo” atual do “Brasil Eficiente” que passa pelo imaginário popular e, muitos, não sabem traduzi-lo para a realidade.

REFORMA POLÍTICA IV MODELO DE ELEIÇÃO


A forma de eleger nossos representantes no Brasil é pelo caminho das eleições majoritárias e proporcionais definido em nossa Constituição Federal de 1988 e pelo Código Eleitoral de 1965 e legislação complementar do TSE.

REFORMA POLÍTICA III FIDELIDADE PARTIDÁRIA


Uma das pragas da política brasileira é a INFIDELIDADE partidária traduzida como a incapacidade do candidato de se manter fiel a sua agremiação política. Em outras palavras o sujeito é eleito por um partido e em seguida por interesses diversos ingressa noutro. As razões para esta troca residem, frequentemente, em vantagens financeiras, notadamente, cargos públicos.